18 de setembro de 2013

Trechos de livros

                                                                                                             (foto: Melina Souza)

“— Eu estou apaixonado por você — ele disse, baixinho. — Augustus — falei. — Eu estou — ele disse, me encarando, e pude ver os cantos dos seus olhos se enrugando. — Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você.”

- A culpa é das estrelas.

"Quando olhou para cima, percebeu o brilho de uma estrela cadente passando por cima dos dois. Ao virar-se para Ronnie, soube, pela sua expressão, que ela também tinha visto a mesma coisa. — Qual foi o seu desejo? - ela sussurrou. Mas ele não respondeu. Em vez disso, levantou a sua mão e, com o outro braço, enlaçou-a. Olhou para ela de forma intensa, com a certeza de que estava apaixonado. Trouxe-a para perto de si e beijou-a debaixo de um manto de estrelas, imaginando como tinha a sorte de ter encontrado alguém como ela."

- A Última Música

"Existe apenas um pecado, um só. E esse pecado é roubar. Qualquer outro é simplesmente a variação do roubo. Quando você mata um homem, está roubando uma vida, está roubando da esposa o direito de ter um marido, roubando dos filhos o direito de ter um pai. Quando você mente, está roubando de alguém o direito de saber a verdade. Quando você trapaceia, está roubando o direito à justiça. Entende? Não há ato mais infame que roubar."

- O Caçador de Pipas.


"Nunca lhe confessei abertamente o meu amor, mas, se é verdade que os olhos falam, até um idiota teria percebido que eu estava perdidamente apaixonada."

- O Morro dos Ventos Uivantes


"Eu não quero ser a paixonite de ninguém. Se alguém gosta de mim, eu quero que goste de mim de verdade, e não pelo que pensam que eu sou. E não quero que carreguem isso preso por dentro. Quero que mostrem para mim, para que eu possa sentir também."

- As vantagens de ser invisível


"Eu esqueci você". Essa é com certeza a maior mentira que um dia diremos pra alguém. Sabe por quê? Sentimentos não morrem nem são esquecidos, eles apenas se transformam em outros sentimentos. Tipo mutação. O tempo tem sim o poder de mudar o nosso foco, mas ele não apaga uma história. Muito menos as lembranças. Ele apenas te mostra que você é forte o suficiente pra continuar, mesmo com tudo isso acontecendo aí dentro. Aí, então, outras coisas acontecem."

- Livro, “Depois dos quinze” - Bruna Vieira


Nenhum comentário:

Postar um comentário